quarta-feira, julho 14, 2010

A Locomotiva E211

Depois da foto de 1968 tira da na Estação de Vouzela, procurámos o rasto da Locomotiva E211 e daqui e dali fomos tentando reconstruir a sua história. Muitos pedaços de tempo aqui faltam, mas fica um pequeno resumo.

A locomotiva E 211, construída em 1923 por Henschel & Sohn para os Caminhos de Ferro Portugueses, pertence a uma série de dezasseis unidades.
Depois de tantas viagens efectuadas na Linha do Vale do Vouga esta locomotiva é transferida em 1975 para a linha de Famalicão - Póvoa de Varzim. É transferida para os depósitos centrais no Porto (Campanhã) e a última revisão foi terminada a 5 de Julho de 1976. Depois disso é transferida para a Régua e é usada na Linha do Corgo essencialmente no transporte de mercadorias e de carruagens de trabalho.
Circula pela última vez em 1981.

Três anos mais tarde a CP põe à venda 12 locomotivas a vapor não utilizadas, entre as quais a E 211. É comprada pelo GECP. No dia 10 de Julho de 1986 é transferida para Vila Real de onde foi transportada por camião para Mézel-Châteauredon onde chega no dia 18. Daí é transferida para Puget-Théniers, onde, após revisão é posta em circulação e fez parte do "Train des Pignes" durante 5 anos, de 1988 a 1992.

Eis imagens de postais dessa época (emitidos pelo GECP) com a "nossa" locomotiva em plena circulação.

La Locomotive Mallet (Portugaise)
au pied du hameau de Gévaudan
Alpes de Haute-Provence

La Locomotive Mallet (Portugaise)
près de la halte de la Thuilière, aux environs de Barrême.
Alpes de Haute-Provence

Les deux Locomotives "Bretonne" E 327 et Portugaise E 211
Gare de Puget-Théniers
Alpes Maritimes


Entretanto a locomotiva é enviada para Itália para um restauro total, nos estaleiros de Lucato Térmica em Castelletto-Monferrato. A locomotiva volta a Puget-Théniers no dia 3 de Dezembro de 2009, e é reposta ao serviço para a época de 2010 rebocando o "Train des Pignes" a vapor. Podemos ver imensos vídeos no YouTube sobre o descarregamento da locomotiva na estação de Puget-Théniers.
O mais interessante é ver os diversos vídeos de 19 de Maio deste ano onde podemos ver a nossa locomotiva em funcionamento, como por exemplo este.

Para quem tiver disponibilidade para dar um saltinho a França e recordar uma viagem a vapor, numa locomotiva que tantas vezes passou em Vouzela, aqui fica o endereço, com horários e contactos.


Como grande entusiasta que sou dos comboios a vapor e especialmente da Linha do Vale do Vouga, a história desta locomotiva faz-me recordar uma frase da minha avó: "O lixo de uns é o tesouro de outros".

4 comentários:

Zé Bonito disse...

Mais um que só viu o seu valor reconhecido, depois de sair do país.

MR disse...

...triste...

dezanove disse...

Magnifico post sobre o vapor antigo português. Desejava saber se conhece o rasto de mais algumas destas verdadeiras Máquinas.

AJ@ disse...

Parabéns excelente trabalho.
Vou citá-lo amanhã.